|

Principal InformaçõesNotícias


Sefaz divulga IPM para 2019
12/12/2018- Palavras-chave: IPM,indice, participação, municípios, 2019
Os municípios capixabas já podem prever quanto receberão do total do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que será repassado pelo Governo do Estado no exercício de 2019. O decreto com o Índice de Participação dos Municípios (IPM) para o próximo ano foi assinado pelo governador Paulo Hartung e publicado no Diário Oficial do Estado (DIO) desta quarta-feira (12).

O cálculo estabelece o percentual que cada município receberá de ICMS e o município da Serra manteve o maior índice pelo segundo ano consecutivo, com um percentual de 14,529% frente a 14,074% alcançado no último ano. A capital capixaba ficou com a segunda colocação, passando de 12,677% - no ano anterior - para 13,375% de participação no índice publicado neste ano. Em seguida veio Linhares, com 6,824%, ultrapassando o município de Vila Velha, que ficou com 6,497%. Cariacica manteve a quinta colocação, mas melhorou sua participação, de 5,562% para 5,837%.

O município de Anchieta, pelo segundo ano seguido, apresentou redução em seu índice, sendo a queda deste ano a maior de todos os municípios. A sua participação ficou em 2,697%, frente a 4,518% do ano passado. Essas quedas refletem a paralisação da principal empresa localizada no município, que já esteve entre os maiores valores agregados no cômputo do IPM. Aracruz teve a segunda maior queda no índice, reduzindo de 3,258% para 2,965% no IPM deste ano.

Neste ano, dos 78 municípios do Espírito Santo, 39 tiveram alguma redução no seu índice de participação e 36 tiveram algum aumento, em relação ao ano anterior. Os municípios de Água Doce do Norte, Fundão e São Gabriel da Palha mantiveram a mesma participação no IPM em relação ao calculado no ano passado.


Cálculo


O Estado divide entre os 78 municípios 25% do ICMS arrecadado. Esse cálculo é feito levando em consideração o Valor Agregado Fiscal (VAF), que é a diferença entre o total de vendas de mercadorias pelas respectivas compras por empresas localizadas em cada município e os serviços prestados que são tributados pelo ICMS. Para o cálculo do IPM, o VAF é o principal índice para o cálculo dos percentuais apresentados, e ainda fatores como área do município, número de propriedades rurais, produção agropecuária, gastos, gestão e consórcio de saúde.

O percentual apresentado no IPM também é referência para a distribuição dos recursos oriundos da Lei Kandir e do Fundo de Estímulo às Exportações (FEX) para os municípios.

A lista completa dos municípios está disponível no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (12), que pode ser acessado pelo endereço http://dio.es.gov.br/


Informações à imprensa
Assessoria de Comunicação da Sefaz
Loureta Samora
loureta.samora@sefaz.es.gov.br


Últimas Notícias
14/01/2019 - Estado fixa o índice de participação de cidades no Fundo para Redução das Desigualdades para 2019
14/01/2019 - Desburocratização: Quase 20 mil empresas do ES serão beneficiadas com extinção do DIEF
12/01/2019 - Parceria com a PRF possibilita autuação de carga irregular de cerveja
09/01/2019 - Governo do Estado prevê orçamento de R$ 17,7 bilhões para 2019
27/12/2018 - Sefaz lança guia de tributação para comércio atacadista e comércio exterior
26/12/2018 - Nota Fiscal do Consumidor eletrônica será obrigatória a partir de 1º de janeiro
Veja mais notícias...

Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo

© Copyright 2003 - 2019 Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo

Av. João Batista Parra . nº 600 . Ed. Aureliano Hoffman . Enseada do Suá . Vitória-ES . CEP: 29050-375 . CNPJ: 27.080.571/0001-30

Página carregada em 0,081 segundos.