|

Principal InformaçõesNotícias


Seminários incentivam a formalização do trabalho em comunidades quilombolas
12/11/2014- Palavras-chave: Educação Tributária
A formalização do trabalho no campo traz uma série de vantagens e, por isso, o Governo do Estado vem realizando esforços para incentivá-la também em comunidades quilombolas e indígenas. Um exemplo são os seminários que têm início na próxima semana, com o objetivo de levar a esses grupos informações acerca dos direitos e deveres tributários e fiscais na produção rural.

Os eventos serão realizados nos municípios de Conceição da Barra, São Mateus, Cachoeiro, Presidente Kennedy e Vitória. Não é necessário fazer inscrição. A previsão é reunir cerca de 70 pessoas por encontro.

A coordenação dos seminários é da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), por meio do Programa Estadual de Educação Tributária (PEET), em parceria com a Casa Civil, Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (Seadh), Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e Ministério Público Federal (MPF), Incra e os Núcleos de Atendimento aos Contribuintes (NACs).

Entre os principais assuntos em discussão estão a concessão de inscrição estadual para produtores quilombolas e indígenas. Cabe lembrar que o Espírito Santo é o primeiro estado do país a realizar a inscrição dessas comunidades, possível com o decreto 3581R, de maio deste ano, e a inscrição estadual é o primeiro passo para obtenção do Bloco de Nota Fiscal do Produtor Rural.

A emissão do documento fiscal não só leva a inserção dessas comunidades no mercado formal, tornando possível a venda por meio de diversos canais de comercialização, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), como serve de comprovação de ocupação para fins de aposentadoria.

“A concessão de inscrição estadual é uma grande conquista desses produtores e é muito importante que eles participem dos seminários, para poderem tirar proveito, efetivamente, da nova legislação. A emissão das notas fiscais permitirá que eles atendam a um maior mercado, o que certamente irá gerar grande contribuição na renda dessas famílias”, comenta o supervisor de Educação Tributária da Sefaz, Gilberto Batista Campos.

Confira as datas dos seminários:
18 de novembro: no CRAS quilombola de Santana, Conceição da Barra, das 13 horas às 17 horas.
19 de novembro: no CRAS quilombola Morro do Arara, em São Mateus, das 8 horas ao meio-dia.
25 de novembro: no restaurante Cozinha da Senzala, na comunidade de Monte Alegre, Cachoeiro, das 13 horas às 17 horas.
26 de novembro: Na escola Orci Batalha, em Cacimbinha, Presidente Kennedy, das 8 horas ao meio-dia.
4 de dezembro: No auditório do Museu Capixaba do Negro, no Centro de Vitória, das 13 horas às 17 horas.


Últimas Notícias
14/01/2019 - Estado fixa o índice de participação de cidades no Fundo para Redução das Desigualdades para 2019
14/01/2019 - Desburocratização: Quase 20 mil empresas do ES serão beneficiadas com extinção do DIEF
12/01/2019 - Parceria com a PRF possibilita autuação de carga irregular de cerveja
09/01/2019 - Governo do Estado prevê orçamento de R$ 17,7 bilhões para 2019
27/12/2018 - Sefaz lança guia de tributação para comércio atacadista e comércio exterior
26/12/2018 - Nota Fiscal do Consumidor eletrônica será obrigatória a partir de 1º de janeiro
Veja mais notícias...

Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo

© Copyright 2003 - 2019 Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo

Av. João Batista Parra . nº 600 . Ed. Aureliano Hoffman . Enseada do Suá . Vitória-ES . CEP: 29050-375 . CNPJ: 27.080.571/0001-30

Página carregada em 0,127 segundos.